Publicidade

Polícia desmantela associação para o tráfico que atuava em Pinhalzinho

15 de Março
Publicidade

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Pinhalzinho, concluiu nesta data inquérito policial em que se investigou associação de traficantes que atuavam em Pinhalzinho.

Comprovou-se com a investigação que D. R., de 19 anos, A. S. C., de 23 anos, R. M., 20 anos, e C. S., 24 anos, formavam, já há algum tempo, uma associação criminosa especializada na prática de tráfico de drogas (cocaína) em Pinhalzinho.

C. S., que era o líder do grupo, buscava a droga em Chapecó e repassava para os outros três revenderem em Pinhalzinho e em Modelo. Eles ainda utilizavam dois menores para a prática da traficância, um de 16 e um de 17 anos.

Comprovada a prática criminosa reiterada, representou-se na semana passada pela prisão preventiva dos envolvidos, que, após manifestação favorável do Ministério Público, foi decretada pelo Poder Judiciário em desfavor dos 4, tendo sido cumpridos todos os mandados de prisão.

Na sexta-feira da semana passada, os policiais desta Delegacia prenderam D. R., de 19 anos, e A. S. C., de 23 anos (conforme noticiado na oportunidade).

Na noite anterior, a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Nova Itaberaba, havia prendido os outros dois em flagrante naquela cidade, oportunidade em que foi localizada na casa de um deles grande quantidade de droga (mais de 100 “buchas” de cocaína), além de balança de precisão.

Durante a investigação, ainda houve apreensão de 25 “buchas” de cocaína localizadas na casa da avó de um dos adolescentes envolvidos, onde ele escondia a droga.

Os quatro seguem presos e foram indiciados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. Os adolescentes responderão pela prática de ato infracional análogo ao tráfico de drogas.

Publicidade
Publicidade