Publicidade

Emplacar produz as primeiras placas Mercosul em Pinhalzinho

12 de Fevereiro
Publicidade

Depois de muita discussão no país, enfim iniciou a produção da placa Mercosul também em Santa Catarina. Em Pinhalzinho, as primeiras foram produzidas na última semana, na Emplacar Fábrica de Placas, que até então é a única autorizada na região.

A ideia da placa Mercosul nasceu há aproximadamente 10 anos, quando iniciou a discussão dessa possibilidade através dos países que fazem parte do Mercosul. Em 2014 o modelo de placa ganhou força, mas ainda não se efetivou no Brasil. Agora, no começo de 2020, o novo modelo já está sendo produzido também em Santa Catarina.

“Uma das principais diferenças é com relação a extinção do lacre e do arame. Agora, na placa nova, existe o QRCode. Através desse código, o Detran vai poder fazer o rastreamento total do veículo. A nova placa também possui uma sequência diferente de letras. O hífen, por exemplo, que separava números e letras, foi suprimido. No lugar do segundo número da placa antiga, agora tem mais uma letra. Tudo isso para garantir mais segurança para todos”, destacou o proprietário da Emplacar de Pinhalzinho, Joelson Fragoso, que é especialista em Trânsito.

Mas a nova placa Mercosul também não pode ser um motivo de preocupação para a maioria dos proprietários de veículos, já que ela se torna obrigatória apenas para alguns casos, como explica o especialista: “Os carros novos todos precisam ter a nova placa. Os demais veículos apenas em casos de perda ou dano de documento ou placas, ou ainda por mudança de endereço do veículo. Os demais proprietários podem continuar com seus veículos com a placa normal”, tranquilizou Joelson.

A Emplacar Fábrica de Placas está localizada na Avenida São Paulo, em frente ao escritório da Casan, no centro de Pinhalzinho e atende em horário comercial.

Publicidade
Publicidade