Publicidade

Técnicos da Defesa Civil avaliam situação da estiagem em Modelo

A visita foi realizada visando ações de apoio

24 de Novembro
Publicidade

Técnicos da Defesa Civil de Santa Catarina (DCSC) estão realizando vistorias nas regiões mais afetadas pela estiagem. Na última segunda-feira (23) o trabalho foi realizado nos municípios de Coronel Martins e Modelo. Os profissionais visitaram as comunidades rurais mais afetadas e já analisam as condições para o aporte de reservatórios para as ações de mitigação. Nesta terça-feira (24) as ações serão concentradas no Extremo Oeste catarinense.

A força tarefada DCSC também está analisando as estratégias utilizadas e que são colocadas em prática pelas prefeituras, através das defesas civis municipais, que recebem o apoio técnico constante das coordenadorias regionais da DCSC. As ações estão pautadas na lei 12.608/2012 que estabelece a política nacional de proteção e defesa civil, que define as funções delegadas a cada ente da Federação. Desta forma, outro foco das vistorias é fornecer informações aos municípios sobre o apoio realizado pelos governos do Estado e Federal, bem como o acesso a itens de assistência humanitária para minimização dos efeitos da estiagem.

Segundo o diretor de gestão de desastres da DCSC, Aldrin de Souza, a situação observada em campo é crítica e deve agravar em função da tendência hidrológica. “Observamos cursos de água e nascentes com pouca água, poços secando e a população com dificuldade de captar água em fontes superficiais. A lavoura está sofrendo perdas, principalmente de milho, que apresenta crescimento inadequado para a época”, relatou.

Ele completa destacando a dificuldade dos municípios de manter a capacidade dos reservatórios de água. “Em muitas localidades está sendo realizado o transporte de água a para a dessedentação animal e alguns municípios já começam apontar a necessidade para o abastecimento humano. O que temos comprovado em campo é a situação grave na região Oeste de Santa Catarina.”, reforçou Aldrin.

Ações de Apoio

Além de agilidade na avaliação da documentação para a homologação de situações de emergência para o fornecimento rápido de itens de apoio um plano de trabalho foi colocado em prática pela Defesa Civil de Santa Catarina (DCSC) para apoiar as regiões atingidas pela estiagem.

Para os municípios com situação de emergência reconhecida a DCSC está fornecendo reservatórios de 5, 10, 15 e 20 mil litros para ampliar a capacidade de reservação com foco no abastecimento humano, água potável envasada e o kit de transporte de água limpa. O kit é composto por reservatório de polietileno, fitas de amarração de carga, bomba hidráulica e mangueiras. O Sistema é montado sobre um caminhão disponibilizado pelas prefeituras.

Até o momento já foram entregues 180 reservatórios de 5 e 10 mil litros para ampliar a capacidade de reservamento nas comunidades. Já com o apoio do Governo Federal estão sendo disponibilizados recursos para a compra de óleo Diesel para o transporte de água e também cestas básicas.

Fonte: Defesa Civil

Publicidade
Publicidade