Publicidade

Polícia civil prende suspeito de furtos em Pinhalzinho

O criminoso foi preso pelos policiais civis de Pinhalzinho no Bairro Maria Terezinha.

23 de Fevereiro
Publicidade

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Pinhalzinho, cumpriu na tarde de hoje (23), mandado de prisão preventiva em desfavor de um rapaz de 19 anos, autor de vários furtos na região.

Ele já havia sido indiciado por três fatos ocorridos em 2019: na madrugada 23/06/2019, na Rua Governador Pedro Ivo Campos, no Bairro Jardim Maria Terezinha, ele subtraiu um celular; Na manhã de 14/09/2019, ele tentou praticar furto em um hotel localizado na Avenida Belém, no Centro; na madrugada de 29/09/2019 ele tentou praticar furto em uma livraria localizada na Rua João Pessoa, também no Centro, utilizando um pedaço de madeira para quebrar o vidro da frente do estabelecimento.

Em 2020, ele agiu mais uma vez: na madrugada de 11/05/2020, entrou na casa de uma família, na Rua Pedro Tomai, Bairro Jardim Maria Terezinha, enquanto os moradores dormiam, e subtraiu um celular.

Na ocasião, a Polícia Civil, em razão da reiteração e da gravidade do fato, pediu a prisão dele, tendo manifestação favorável do MP, mas foi indeferida pelo Poder Judiciário por causa da pandemia.
Depois disso, na tarde de 24/08/2020, ele praticou novo furto. Na oportunidade ele subtraiu um celular e R$700,00 de uma residência localizada na Linha Santa Terezinha, interior de Saudades. Ele foi autuado em flagrante e encaminhado ao presídio de Maravilha, onde ficou preso até 19/01/2021.

Duas semanas depois de ser solto, novo furto. Na tarde de 03/02/2021, enquanto trabalhava em uma construção na Rua São Luiz, Bairro Divineia, ele entrou na casa vizinha pela janela e levou um telefone celular, uma pulseira e um colar (os quais, juntos, estão avaliados em cerca de R$1.300,00).

Diante disso, novamente a Polícia Civil pediu a prisão preventiva dele, a qual foi desta vez deferida pelo Poder Judiciário após manifestação favorável do Ministério Público.

O criminoso foi preso pelos policiais civis de Pinhalzinho no Bairro Maria Terezinha na tarde de hoje, sendo posteriormente encaminhado ao presídio de Maravilha, ficando à disposição do Poder Judiciário.

“Colabore com a Polícia Civil. Denuncie! Disque 181.”

Publicidade
Publicidade